E-mail: [email protected]   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

Linkar para páginas HTTP não afeta o SEO. Mas é uma boa prática?
19 de julho de 2022

John Mueller,  especialista em SEO do Google, deu uma resposta interessante quando perguntado se sites que criam links para páginas HTTP experienciam alguma queda em SEO.

A resposta é não. Segundo Mueller, “não há nada contra linkar para sites como esses”. Mesmo que desde 2014, o protocolo HTTPs seja um conhecido fator de ranqueamento, linkar para páginas inseguras não afeta o SEO.

No entanto, a vinculação de páginas em HTTP pode ser vista como um fator negativo pelos seus usuários por parecer uma experiência negativa.

Para compreender melhor sobre isso, primeiro veremos a diferença entre os protocolos de segurança da internet HTTP e HTTPs.

O que é HTTP e HTTPs e quais são as diferenças entre eles?

Ambos são tidos como protocolos de transferência de hipertexto (Hypertext Transfer Protocol) para a internet, que possibilitam a transferência de dados entre o navegador e os servidores de hipermídia da internet, atuando como formatos padrões de comunicação na web

A diferença entre os dois está centrada na forma em que são transmitidas as informações. O HTTP funciona de forma envia dados puramente em forma de texto estando suscetível a intervenções durante o caminho da mensagem, enquanto o HTTPs possui uma camada extra de segurança intitulada por SSL (Secure Socket Layers), ou TLS (Transfer Layer Security) que confere criptografia e segurança confiabilidade aos dados trocados.

Confira um exemplo: imagine que você coloque seus dados de cartões de crédito em um site e alguém consiga captar o pagamento no meio do caminho. Tal situação poderia acontecer facilmente em um site HTTP. 

O HTTPs já é um fator de ranqueamento

Como disse no início do artigo, em um anúncio do Google em 2014 surgiu o que foi uma das primeiras falas sobre a importância do protocolo de transferência seguro (HTTPs) para o ranqueamento de sites nas páginas do buscador.

A citação diz que:

“Estamos trabalhando para tornar a internet mais segura. Uma grande parte disso é garantir que os sites que as pessoas acessem no Google sejam seguros.

Por esses motivos, nos últimos meses estamos realizando testes considerando se os sites usam conexões seguras e criptografadas como um sinal em nossos algoritmos de classificação de busca.

Vimos resultados positivos, então estamos começando a usar o HTTPs como um sinal de classificação.”

Além disso, é mencionado que a intenção do Google com a mudança era incentivar que os proprietários de site mudassem de HTTP para HTTPs com o intuito de tornar a web um lugar mais seguro.

Então, seguindo essa fala, para evitar que o seu site não enfrente nenhuma penalização sobre esse fator de ranqueamento, basta direcioná-los para links HTTPs?

Segundo Mueller, não necessariamente.

Existe problema em fazer links para páginas HTTP?

Veja a resposta:

“Do nosso ponto de vista, está perfeitamente bem. Se essas páginas estiverem em HTTP, então é para lá que você vai linkar. Não há nada contra links para sites como esse. Não há nenhum tipo de desvantagem para o seu site linkar para páginas HTTP porque elas são meio antigas ou não tão legais quanto em HTTPS. Eu não me preocuparia com isso.”

Ou seja, não há problema visível em fazer links para páginas que utilizam o protocolo HTTP em SEO. Em outras palavras, o Google não irá te penalizar por isso. 

No entanto, além do problema claro de segurança e confiabilidade dos sites que utilizam a tecnologia sem o “s” ao final, para o usuário não é evidente se o mesmo servidor que está sendo solicitado uma informação será o mesmo que entrega.

É importante ter em mente que à medida que a tecnologia evolui, em simultâneo surgem novas formas de ataques vindos de cibercriminosos. Com isso, é visível a importância do papel de profissionais que trabalham com SEO em contribuir para que suas páginas sejam um ambiente seguro para o usuário e para a internet.

Sempre que possível, opte por utilizar links para sites seguros e procure por outras alternativas de sites que talvez ofereçam o mesmo conteúdo ou referência aos que ainda estão em HTTP.

Como uma estratégia de SEO deve ser sempre voltada para os usuários, pense em primeiro lugar na experiência que eles terão em suas páginas e os mantenha seguros de qualquer perigo para retornarem sempre.

Mas como implementar o protocolo HTTPs em seu site?

Para ativar um certificado de segurança em seu site é necessário contar com uma empresa de hospedagem que ofereça esse serviço. 

Note que é possível fazer essa aquisição até mesmo com outros provedores de serviços a depender do que é mais adequado para o seu portal. 

Recomendamos este artigo para fazer o passo a passo necessário dessa configuração.

The post Linkar para páginas HTTP não afeta o SEO. Mas é uma boa prática? appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.