E-mail: [email protected]   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

O que as pessoas estão procurando em relação à instabilidade financeira global? Eu trouxe insights do Google!
8 de julho de 2022

Que o Google é a maior ferramenta de buscas do mundo, quanto a isso não há dúvidas. São bilhões de pesquisas realizadas todos os dias na plataforma e um global market share de mais de 86%, frente aos seus concorrentes.

Com tantas pesquisas feitas pela plataforma, você consegue imaginar o nível de inteligência de dados que a empresa é capaz de coletar sobre tendências, comportamento do consumidor e inúmeras outras informações valiosas?

E se o próprio Google não apenas coletasse esses dados, mas também compartilhasse com você análises completas baseadas em bilhões de consultas realizadas pelos seus usuários? Pois é exatamente isso que a equipe do Global Market Insights oferece mensalmente no site Think With Google.

Neste artigo, vou falar um pouco sobre sua última atualização que compartilhou informações extremamente valiosas sobre o atual cenário mundial de grandes incertezas financeiras e seu impacto no comportamento dos consumidores.

Os novos comportamentos de pesquisa

A expressão “novo normal” foi disseminada pelo mundo inteiro como uma associação aos hábitos e comportamentos da população em um período de pandemia (e pós-pandemia).

Essa nova realidade, somada a diversas crises políticas e financeiras que estamos vivendo em todo o mundo, tem mudado drasticamente a forma como a população consome produtos e contrata serviços, principalmente através da internet.

Nesse contexto, o Google Market Insights trouxe dados muito interessantes sobre os mais recentes padrões de pesquisa vistos por quatro diferentes perspectivas: mitigação da inflação, conhecimentos financeiros, pesquisa de consumo e comprar online e offline.

Mitigação da inflação

O atual cenário trouxe consigo um aumento da inflação na grande maioria dos países. Nesse contexto, o Google observou um grande aumento em pesquisas como: “compre 1 leve 1”, “código promocional”. Além disso, pesquisas por “hipoteca” tem subido mais de 100% ano após ano.

Conhecimentos financeiros

Além de tentar mitigar a inflação, houve um enorme aumento nas pesquisas relacionadas à educação financeira. Pesquisas sobre compra de ações, correção de juros e benefícios de cartões de crédito aumentaram consideravelmente nos últimos anos.

Pesquisas de consumo

Pesquisas relacionadas a automóveis mais econômicos estão crescendo em mais de 90% ano após ano. Além disso, houve um aumento considerável nas consultas sobre “quando os preços irão cair” e “quando é o melhor momento para comprar…”. Um retrato claro da preocupação do consumidor sobre as finanças em sua tomada de decisão.

Compras online e offline

Ao mesmo tempo que houve um aumento nas pesquisas sobre finanças e promoções, consultas relacionadas a “shopping centers”, “lojas abertas”, “vestidos de compras online” e “aplicativos parceiros de entrega” tiveram um aumento bastante significativo.

Isso mostra que, mesmo que as pessoas estejam preocupadas, elas têm a intenção de comprar – com uma mudança para o crescimento omnichannel.

Cenários de um mundo pós-pandemia 

No mundo durante/pós-pandemia, o “digital” está mais forte do que nunca. O teletrabalho, que muitos não acreditavam que poderia dar certo, já é uma realidade na vida de muitas pessoas e o equilíbrio entre trabalho e bem-estar é uma tendência que veio para ficar.

Muitas empresas que trabalhavam apenas no mundo offline, se viram forçadas a entrar rapidamente no mundo digital como forma de sobrevivência.

Do lado do consumidor, o isolamento social mudou, ou melhor, acelerou, os novos hábitos do consumo digital, resultando em um aumento impressionante das compras online desde o início da pandemia.

Ao mesmo tempo, estamos em meio a diversas incertezas financeiras e políticas no cenário global. E os insights levantados pelo Google mostram de forma clara as consequência disso na jornada de compra dos consumidores, pois durante o processo de tomada de decisão, o “bolso” tem tido um peso muito maior do que antes.

Padrões de pesquisa como “qual é um bom momento para comprar…” ou “quando os preços irão cair…” mostram que o consumidor está buscando se informar (ainda mais) antes de tomar uma decisão de compra, e é exatamente neste momento de decisão que sua empresa precisa estar cada vez mais presente. Mas, como fazer isso?

Como preparar o seu Marketing para esse novo cenário?

Com um menor poder aquisitivo, muitas vezes a jornada de compra do seu consumidor se estende.

Para encurtar essa jornada, a estratégia de muitas empresas neste momento está diretamente ligada em oferecer ofertas e promoções para seus produtos e serviços. Assim, o consumidor que se vê indeciso tem um “combustível” a mais para tomar sua decisão em um prazo mais curto.

E isso funciona? Certamente. Como já foi dito anteriormente, pesquisas relacionadas a “compre 1 leve 1” e “código promocional” crescem em 60% e 100%, respectivamente, ano após ano.

Mas essa é a única solução? Certamente não.

Promoções e ofertas são excelentes estratégias para trazer pessoas que se encontram na etapa do fundo do funil. Porém, como já falamos anteriormente, questões financeiras fazem com que a decisão de compra se torne mais demorada e diversas pessoas estão recorrendo ao Google para entender se é o melhor momento para comprar certos produtos ou para avaliar a relação de custo-benefício para adquiri-los.

E se, ao realizar pesquisas relacionadas à tomada de decisão, sua empresa pudesse educar esse cliente e conduzi-lo nessa jornada? É nesse momento que o Marketing de Conteúdo se torna ainda mais efetivo!

Marketing de Conteúdo é a estratégia de Marketing focada em engajar seu público-alvo e crescer sua rede de clientes por meio da criação de conteúdos relevantes e valiosos. Através dele, você atrai, envolve e gera valor para as pessoas, de modo a criar uma percepção positiva da sua marca e, assim, gerar mais negócios.

As consequências disso para sua empresa são:

Maior confiabilidade e reconhecimento de marca;Construção de audiência e comunidade;Condução dos seus consumidores ao longo da jornada de compra e, consequentemente, na tomada de decisão;Maior tráfego para o seu site (principalmente quando os conteúdos são feitos no blog da empresa).

Portanto, em um cenário de tantas incertezas, o seu potencial cliente, que se vê indeciso, poderá ser educado e conduzido a tomar decisões melhores por meio do conteúdo oferecido pela sua empresa.

Sendo assim, a decisão da sua empresa precisa ser: você prefere que o seu cliente seja conduzido e educado por você ou pelo seu concorrente?

Nesse contexto, aqui vai uma dica de ouro: se você deseja avançar o Marketing de Conteúdo da sua empresa, você pode agendar um horário com os especialistas da Rock Content e encontrar as melhores soluções para crescer seus resultados de Marketing.

Além disso, temos diversos materiais gratuitos sobre o assunto! É só acessar nossa página de recursos e baixar vários conteúdos e ferramentas completas sobre Marketing de Conteúdo.

Conclusão

Os dados e as análises oferecidos pelo Google Market Insights trazem reflexões muito importantes sobre o atual comportamento do consumidor em um cenário de diversas incertezas financeiras e políticas.

É possível observar que ao mesmo tempo que os consumidores estão buscando alternativas para se educarem financeiramente e tomarem melhores decisões de compra, houve um aumento considerável das pesquisas por shopping center, lojas e aplicativos de delivery.

Para todos esses cenários, a estratégia de Marketing mais efetiva é, sem sombra de dúvidas, o Marketing de Conteúdo.

Através dele, sua empresa tem a possibilidade de educar o seu potencial consumidor e guiá-lo em sua jornada de compra para uma melhor tomada de decisão.

The post O que as pessoas estão procurando em relação à instabilidade financeira global? Eu trouxe insights do Google! appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.