E-mail: [email protected]   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

Instagram está dando (outro) passo para se tornar um clone do TikTok, transformando cada vídeo em reels
8 de julho de 2022

É isso mesmo que você leu: a Meta está testando uma versão do Instagram em que todo o conteúdo de vídeo seria postado como reels. Com isso, uma das novidades é que os usuários não poderão mais compartilhar os vídeos apenas com seus seguidores.

O Instagram explica que essa mudança é parte do seu esforço para “simplificar e aprimorar a experiência de vídeo no Instagram”. E, se isso for verdade, o que os usuários pensam dessa nova forma de visualizar os vídeos? Como isso pode impactar o seu público? Ou então, seria apenas uma nova forma de copiar o TikTok?

Neste artigo, vamos mostrar os detalhes por trás desse teste e as suas implicações para os profissionais de Marketing e as marcas.

O que está mudando?

Até então, quando os usuários do Instagram subiam um vídeo, na maioria das vezes podiam escolher entre compartilhar o conteúdo como post ou reels. Já na nova versão, ao postar um vídeo, os usuários recebem uma notificação dizendo “os posts de vídeos agora são compartilhados como reels”.

O que isso significa?

Primeiro, você não será capaz de compartilhar um vídeo apenas com os seus seguidores.Outras pessoas poderão criar um remix do seu reels (caso tenha as configurações corretas).Qualquer usuário poderá descobrir seu vídeo e usar o seu áudio original (o que é interessante para criadores de conteúdo original que buscam alcançar um público maior).

Instagram is now making EVERY video a Reel

h/t @ChristinaSBG pic.twitter.com/YLRDhT1nw0

— Matt Navarra (@MattNavarra) June 30, 2022

Se essas mudanças forem implementadas, será uma decisão arriscada. Mas, por outro lado, os usuários já não conseguiam postar qualquer conteúdo que não seja uma simples imagem sem se perder em um mar de reels. E tem mais: essa não é a única mudança que está sendo testada pelo Instagram.

Quais foram as mudanças do Instagram ao longo de 2022?

Ao longo dos últimos meses, o Instagram vem testando novas funcionalidades na tentativa de competir com o rei do formato do vídeo curto: o TikTok.

A plataforma quer tornar a criação de vídeos o mais simples possível e facilitar a navegação. Só que, com todas essas mudanças, pode parecer que o Instagram está ficando cada vez mais similar com o seu competidor. Então, essa não seria uma tentativa de replicar a fórmula que gerou o crescimento explosivo do TikTok? É o que parece.

Adam Mosseri, CEO do Instagram, afirmou em 2021 que o Instagram não é mais um app de compartilhamento de fotos. Hoje, a plataforma está focando em quatro áreas: Criadores, Vídeo, Shopping e envio de Mensagens.

Em fevereiro de 2022, o IGTV foi desativado pelo Instagram. Neste ano, a plataforma também está testando algumas funcionalidades, como:

mudar o layout para o formato de feed em tela cheia vertical;alterar o algoritmo de ranqueamento para beneficiar conteúdo original;a possibilidade de postar vídeos de 60 segundos nos Stories.

Tudo isso em menos de um ano, viu! Acredito que todas essas são decisões radicais, que podem comprometer a identidade de marca da plataforma. Mas a realidade é que o Instagram tem bons motivos para se preocupar com a concorrência.

O TikTok se tornou o app mais baixado de 2022. Além disso, em 2021 ultrapassou o YouTube, o Facebook e o Instagram no tempo despendido pelos usuários no aplicativo; também é esperado que o TikTok continue com um crescimento anual de até 325%. Em nível global, o TikTok já ultrapassou a marca de 1 bilhão de usuários ativos.

Como você pode ver, não é nada fácil competir com o TikTok. Mas, isso realmente significa que a oferta do Instagram não é mais relevante? Na minha opinião, ambas as plataformas podem compartilhar os mesmos públicos, porém, os usuários se comportam de forma diferente em cada uma. E é justamente essa a essência das mídias sociais!

Você não acessa o Facebook para compartilhar o mesmo conteúdo que encontra no Instagram, certo? Inclusive, como usuários, seguimos contas diferentes dependendo da plataforma em que estamos. Assim, se você busca um tutorial rápido, você provavelmente não vai buscar no YouTube, mas colocar uma hashtag no TikTok, concorda?

Os dados sobre o comportamento do usuário devem ser a base de qualquer decisão estratégica. Espero que o Instagram esteja considerando isso.

Quais serão os impactos dessas mudanças?

Todas essas alterações na plataforma deixam muitos usuários em dúvida. Assim, se o objetivo do Instagram é aprimorar a experiência dos criadores de conteúdo, como essas mudanças poderiam beneficiá-los?

Sem dúvida, os ajustes nos formatos de vídeo para Reels trazem consigo algumas complicações. É por isso que empresas, marcas e criadores de conteúdo precisam se preparar para trabalhar apenas com vídeos no formato vertical.

Em outras palavras, praticamente tudo o que não for um reels não vai caber na tela. Ainda, isso vai impactar a experiência do usuário, da mesma forma que os feeds verticais que estão sendo testados.

Todo esse cenário me faz lembrar desta importante citação de Bonnie Gillespie: “Quando você tenta ser tudo para todos, você acaba sendo nada para ninguém”.

Acredito que, com todas essas mudanças, a plataforma está deixando de lado algo muito importante: a essência da marca. E fica no ar a pergunta: tudo isso vale a pena? Saberemos nos próximos meses!

Ao mesmo tempo, os profissionais de Marketing e as marcas precisam estar preparados para lidar com as mudanças e adaptar os seus formatos para permanecerem competitivos. O vídeo vai representar 82% do tráfego de 2022. Então, se você ainda não investiu nesse formato, é melhor começar desde já.

Outro ponto importante: agora que o Instagram está mudando seu foco para atrair um público mais jovem, você precisa prestar atenção para saber se o seu público-alvo continuará nessa plataforma.

Se você está começando a criar mais conteúdo de vídeo, tenha cuidado para não comprometer a identidade da sua marca nesse esforço para se adaptar a novos formatos. Mais do que nunca, é importante que você acompanhe as mudanças no seu público e repense suas estratégias para o Instagram.

Se os seus consumidores param de ter engajamento nessa rede depois das atualizações, não há por que continuar com a estratégia nessa plataforma. É fundamental que você saiba onde seu público está.

Minha recomendação final é que você não coloque todos os ovos na mesma cesta. Assim, invista na diversificação dos seus canais para garantir uma experiência completa aos seus usuários.

The post Instagram está dando (outro) passo para se tornar um clone do TikTok, transformando cada vídeo em reels appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.