E-mail: [email protected]   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

Geração Z quer conteúdo que traga sensação de comunidade e relaxamento, diz novo relatório do YouTube
1 de julho de 2022

O YouTube publicou recentemente um novo relatório Culture & Trends com foco em entender como os criadores e espectadores da Geração Z estão impulsionando as últimas tendências de vídeo.

O relatório contém informações de pesquisas feitas em mais de 10 países para pintar uma visão mais profunda do que está em alta na cultura pop hoje.

O relatório mostra que a cultura digital de hoje se destaca com conteúdo pessoalmente relevante. Ou seja, 65% da Geração Z (de 18 a 24 anos) concorda que o conteúdo que é pessoalmente relevante para eles é significativamente mais importante do que o conteúdo sobre o qual muitas outras pessoas estão falando: os famosos vídeos virais.

De todas as análises feitas, três tipos de tendências se destacaram nessa nova cultura pop. Veja a seguir quais são eles:

Criatividade em comunidades

No mundo digital, as comunidades estão pegando paixões de nicho e se unindo em torno de um interesse comum, transformando-as em experiências maiores e compartilhadas.

O YouTube tornou-se uma estrutura fundamental para que essas comunidades da Internet nasçam e se expandam, tornando as comunidades e seus criadores a principal maneira de entender a cultura pop.

De acordo com o YouTube, os fandoms são uma das formas mais poderosas de comunidade, onde 61% da Geração Z se descreve como super fãs de algo ou alguém. Essas comunidades de fãs costumavam ser um efeito colateral do entretenimento, mas hoje são o centro dessa experiência. Como é o caso dos fandoms de K-Pop, com uma legião de fãs dedicados e bilhões de visualizações distribuídas em canais do YouTube voltados a essa comunidade em crescimento exponencial.

Criatividade em vários formatos

As tendências estão aparecendo em uma variedade maior de mídias e formatos. Um exemplo disso é a crescente ascensão do vídeo em formato curto, que levou ao surgimento de criadores em vários formatos para capitalizar as principais tendências e alcançar novos públicos.

Os vídeos estão quebrando a limitação de ter apenas um formato de sucesso. Os fenômenos culturais fluem livremente entre a forma curta e a longa. Isso é comprovado quando 59% da geração Z usa aplicativos de vídeo de formato curto para descobrir coisas que podem assistir mais tarde nas versões mais longas.

Assim, os criadores híbridos se sentem à vontade para criar mídias diferentes e usam isso a seu favor para aumentar e fortalecer seu engajamento com o público. Por isso, é bem provável que esses criadores híbridos e tendências continuamente remixadas se tornem a nova norma.

Além de vídeos, outra forma popular de produzir e consumir conteúdo remixável atualmente é por meio de memes.

63% da Geração Z seguiu uma ou mais contas de memes nos últimos 12 meses.57% da Geração Z concorda que gostam quando as marcas participam de memes.

Esse formato é uma expressão cultural altamente interativa que pode proporcionar produções de conteúdo diversificadas e criativas.

Criatividade responsiva

A criatividade responsiva refere-se à tendência de criar e consumir conteúdo para atender às necessidades psicológicas e emocionais. O YouTube percebeu que as pessoas estavam recorrendo a vídeos que atendem a necessidades pessoais específicas, como formatos de conteúdo relaxantes e ASMR, que se tornaram cada vez mais populares durante a pandemia.

Como resultado, 83% da Geração Z usaram o YouTube para assistir a conteúdo que os ajudou a relaxar.

Esses “criadores de conforto” são um fenômeno recente em que o público identifica criadores cuja familiaridade lhes oferece conforto. 69% da Geração Z concordam que muitas vezes se veem assistindo a criadores ou conteúdo que consideram reconfortante, e 82% usaram o YouTube para assistir a conteúdo que os fez sentir nostálgicos.

Você também pode encontrar conforto em conteúdo de terror…

É o que concorda 53% da Gen Z! 

Pode parecer contraditório, mas para uma parte dessa geração o conteúdo de terror serve como uma espécie de “pomada” para ansiedade e trauma, assim como os conteúdos calmantes para uma outra parcela desses jovens.

Em resumo, o futuro da criatividade está:

Onde há diálogo com comunidades digitais;Fluidamente distribuído em diferentes formatos;E que responda diretamente às necessidades do público.

Portanto, a profundidade e a personalização do conteúdo serão cada vez mais relevantes e decisivas para o sucesso de uma marca. É evidente que a cultura pop está passando por mudanças e a tecnologia do vídeo de hoje precisa evoluir junto com ela!

The post Geração Z quer conteúdo que traga sensação de comunidade e relaxamento, diz novo relatório do YouTube appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.