E-mail: [email protected]   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

O que a nova política do Pinterest nos ensina sobre a importância do marketing sustentável
21 de abril de 2022

Ao falar sobre mudanças climáticas e teorias da conspiração, pessoas céticas muitas vezes compartilham ideias erradas sobre ciência, impacto do CO2 e assim por diante. A maioria dessas suposições afirma que o aquecimento global é uma farsa. No entanto, não há nenhuma evidência científica sobre isso. O que é verdade é: negar o impacto do comportamento humano em nosso ambiente pode ser problemático.

Para combater esse problema, o Pinterest lançou uma nova política para banir informações erradas sobre a crise climática dentro da plataforma. As novas diretrizes da comunidade do Pinterest mostram um compromisso maior no combate à desinformação e na responsabilização pelas mudanças climáticas.

Além disso, isso significa que as marcas precisam cuidar de seu conteúdo orgânico e publicidade para seguir essas novas regras.

Se é sabido que os consumidores estão dispostos a preferir produtos ecologicamente corretos, no entanto, o marketing sustentável tem que ser mais do que uma tendência, mas uma verdadeira filosofia para os criadores de conteúdo.

Mudanças climáticas e redes sociais

As alterações climáticas não são um tema novo nas redes sociais. Mesmo antes do discurso de Greta Thunberg na ONU, muitos ativistas e organizações alertaram sobre o impacto do comportamento humano no meio ambiente.

De fato, o movimento verde começou entre os anos 60 e 70, quando os cientistas começaram a se preocupar com nossa influência na contaminação da Terra. Desde então, a mensagem não parou de se espalhar pelo mundo entre diferentes canais, como imprensa, rádio e TV. A Internet não é exceção.

Por exemplo, a intenção de busca sobre ter uma vida ecologicamente correta cresceu 6x em relação ao ano passado. Além disso, ideias de reciclagem e DIY são uma tendência muito popular em plataformas como o Pinterest, que está se concentrando em dar mais visibilidade a esses defensores de uma vida mais verde.

Para complementar essa ideia, especialistas declararam que as redes sociais podem ser uma arma poderosa para combater as mudanças climáticas. A inovação e a tecnologia ajudam a reduzir o risco e os impactos dos desastres naturais. Além disso, permite uma melhor tomada de decisão, ajudando a divulgar informações relevantes.

Eles confirmam o impacto positivo que as redes sociais como o Twitter têm quando se trata de desastres naturais. Ajuda a mobilizar esforços e recursos quase instantaneamente. Em outras palavras, torna mais fácil ajudar os necessitados.

Mudanças climáticas e ceticismo

A outra face da moeda não é positiva, e sim prejudicial. Na mesma plataforma onde encontramos ideias para ter uma vida mais ecológica, também podemos detectar conteúdos enganosos. Afirmar que a mudança climática é uma farsa é um traço comum desse tipo de notícia falsa.

O que preocupa é a disseminação dessas ideias nas redes sociais. Uma pesquisa feita na Carnegie Mellon University descobriu que os descrentes das mudanças climáticas compartilham mais teorias da conspiração sobre a crise climática do que os que acreditam. O número de tweets e retuítes feitos por céticos é maior que o de pessoas que concordam com tal fato.

Na mesma pegada, o jornal The Guardian descobriu que no primeiro semestre de 2020, anúncios no Facebook negando a realidade da poluição ambiental foram vistos pelo menos 8 milhões de vezes nos EUA.

Anteriormente, algumas ações foram feitas sobre isso. Por exemplo, a agência governamental inglesa Competition and Markets Authority está agora investigando produtos e serviços que afirmam ser ecologicamente corretos, mas que estão espalhando informações enganosas para seu público.

Por outro lado, podemos destacar os esforços da Meta do ano passado. Um bom exemplo é como a empresa derrubou 9,2 milhões de postagens consideradas de conteúdo de natureza assediante no Facebook e 7,8 milhões do mesmo tipo de postagens no Instagram. Além disso, a plataforma removeu a publicidade que evoca áreas sensíveis.

Mesmo que essas ações não tenham necessariamente a ver com a negação das mudanças climáticas, isso mostra uma preocupação maior em impedir a disseminação de notícias falsas e construir um ambiente mais seguro para os usuários digitais.

Marketing Verde ou Marketing Sustentável

A nova política do Pinterest deve incentivar os profissionais de marketing a se concentrarem em outros tópicos para sua marca. Levando isso em consideração, Marketing Verde ou Marketing Sustentável são estratégias interessantes para aplicar nestas décadas. Mas tome cuidado, uma má implementação dessas práticas ou divulgação de informações falsas para vender produtos pode ser considerada como Green-washing.

Em definição, o Marketing Verde envolve a criação e promoção de produtos, serviços e práticas ecologicamente corretos. Alguns métodos podem incluir o uso de uma embalagem ecológica, um programa de reciclagem ou o uso de energia renovável.

Além disso, o Marketing Sustentável promove um aspecto socialmente responsável sobre sua empresa. Não precisa ser apenas produtos ecologicamente corretos. Essa prática vai muito além do meio ambiente, pois se mistura com outras questões como pobreza, fome e discriminação.

O Pinterest agora está aplicando esses princípios alterando as regras de sua plataforma. Eles estão tentando espalhar mensagens melhores baseadas em fatos e no que é bom para o meio ambiente e para toda a comunidade.

As marcas devem fazer a mesma coisa. Tanto dentro como fora do Pinterest.

Por que as marcas precisam ser mais ecologicamente corretas?

Estudos recentes têm mostrado a importância de decisões socialmente responsáveis ​​para o cliente. Por exemplo, de acordo com a Forbes, 92% dos consumidores são mais propensos a confiar em marcas que são ecologicamente ou socialmente responsáveis. Além disso, eles têm 88% mais chances de conquistar a fidelidade de seus clientes.

Alguns outros benefícios que a marca pode aproveitar dessas práticas são:

melhora da sua reputação;economia de dinheiro na logística de um produto ou serviço;atração de novos públicos mais preocupados com as mudanças climáticas.

No entanto, os benefícios de ser ecologicamente correto para os negócios não precisam ser a única razão para adotar essa abordagem. A vontade de querer genuinamente ajudar sua comunidade e seu meio tem que ser suficiente para buscar melhorias na sua estratégia de marketing.

A desinformação e as notícias falsas tentam mudar nossa percepção da realidade com algo que não é verdade, o que é realmente perigoso. Essas práticas de notícias implementadas pelo Pinterest, Meta e outras empresas nos mostram que existem algumas coisas que não podemos simplesmente negar ou ignorar. A mudança climática é uma delas.

Como empresas, fazemos muito mais do que apenas vender um produto. Por isso, cuidar de nossos processos e comunicações internas e externas é essencial para causar um impacto positivo em nosso mundo e mitigar a crise climática.

The post O que a nova política do Pinterest nos ensina sobre a importância do marketing sustentável appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.