E-mail: [email protected]   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

As pessoas passam um terço do dia olhando para dispositivos móveis. O que isso significa em termos de marketing?
24 de janeiro de 2022

Em 2021, de acordo com o relatório App Annie State of Mobile 2022, as pessoas passaram um terço das suas horas acordadas navegando em seus telefones. São 4,8 horas por dia de navegação no aplicativo, em média.

O que significa isso? Um aumento de 30% no uso desde 2019.

Com essas informações, a pergunta que os profissionais de marketing e gerentes precisam fazer é: como podemos ter sucesso em um mundo mobile-first, no qual os consumidores passam incríveis 3,8 trilhões de horas navegando nesses dispositivos?

Temos algumas ideias para compartilhar que podem te ajudar a responder essa pergunta.

Ao comparar os números de 2019 a 2021, podemos ver como os usuários se comportaram ao longo dos anos. Assim, conseguimos pensar nos possíveis impactos ou oportunidades que podem resultar dessas mudanças.

Por isso te convido a ler este post até o final e ter ideias de como lidar com esse panorama!

A harmoniosa melancolia pandêmica

Em primeiro lugar, temos que levar em conta as mudanças que ocorreram em 2020 e 2021 devido à pandemia do COVID-19. Temos visto um aumento no uso de dispositivos móveis porque o mundo tem sido nossa casa há, literalmente, anos.

Esse contato intenso com os dispositivos manteve as pessoas mais conectadas, não apenas para entretenimento. Também influenciou as novas normas de trabalho.

De acordo com o relatório da App Annie, as palavras-chave de negócios mais pesquisadas na iOS App Store em 2021 estavam relacionadas a plataformas de videoconferência, como Zoom, Google Meet e Teams, além de aplicativos de scanner.

Como já dissemos aqui antes, parece que o trabalho remoto não vai desaparecer com o fim da pandemia. Muitos hábitos de uso de dispositivos móveis que surgiram com a pandemia podem continuar com segurança em 2022 (e além).

Uma visão geral rápida do cenário global

Vamos dar uma olhada mais abrangente no relatório de dados:

no que diz respeito a 2021, Brasil e Indonésia se destacam com resultados de mais de 5 horas em aplicativos móveis. Isso é cerca de 2 horas a mais que o último país no ranking da pesquisa, a China, com pouco mais de 3 horas por dia.Os Estados Unidos ficaram em 10º lugar com 4,2 horas por dia (uma hora a mais do que os americanos gastam assistindo televisão).

Fonte: App Annie Intelligence / Nota: telefones Android

Redes sociais, geração Z e tendências que você precisa conhecer

Se você usa constantemente as redes sociais, já percebeu o boom que os aplicativos de fotos e vídeos estão experimentando. Parece que todos os dias temos uma nova tendência, desafio ou conteúdo viral no Instagram ou TikTok, especialmente quando olhamos para a Geração Z em particular.

Os dados reforçam: segundo o relatório, 7 em cada 10 minutos gastos no celular foram dedicados a aplicativos de fotos e vídeos em 2021.

A geração recente de usuários (Geração Z) está muito mais conectada e interessada em compartilhar suas vidas nas redes sociais. Os jovens são responsáveis ​​por produzir altos níveis de engajamento em aplicativos de fotos e vídeos, muito mais do que outros tipos de aplicativos.

Outros segmentos, como jogos, finanças e varejo, também tiveram um crescimento relevante no uso de aplicativos no ano passado.

Qual é a relevância desse contexto para os profissionais de marketing?

Usar dados em suas estratégias de marketing pode ser uma boa maneira de encontrar problemas e oportunidades.

As pessoas passam um terço do dia em vigília olhando para uma única tela. Isso significa que os profissionais de marketing têm boas oportunidades (literalmente) na palma das mãos de seus consumidores.

Mas para que esse potencial se confirme, você precisa entender uma maneira de fazer do uso deliberado de dispositivos móveis um canal direto que conecta o seu público, do entretenimento aos negócios.

Ter um site otimizado para dispositivos móveis não é mais suficiente. É o mínimo para qualquer marca. A atenção das pessoas aos seus telefones é enorme, mas também é muito crítica e seletiva. 

Garantir que fixem os olhos nos conteúdos da sua marca não é tarefa fácil. Mas temos algumas dicas para te ajudar com isso.

Pense em novos canais

Um ponto importante em uma estratégia de marketing é entender os canais em que seu público está. Ficou claro que o uso de dispositivos móveis aumentou muito globalmente. Se você não está explorando os canais digitais com muita profundidade, saiba que isso tem sido quase obrigatório nos últimos tempos.

Vale a pena ter um aplicativo do seu negócio? 

Se sua empresa administra um aplicativo, você pode estar mais próximo do seu público do que imagina. 

Os aplicativos são ótimos para coletar dados sobre os usuários, o que permite desenvolver estratégias mais direcionadas. Há também o benefício de enviar notificações push e ofertas em tempo real, aumentando a chance de interações.

Mas atenção: não adianta criar um aplicativo sem nenhum propósito. As pessoas são muito seletivas quanto aos aplicativos que competem pela memória do celular.

Sim, ter um aplicativo pode ser uma ótima estratégia, mas não é barato, nem fácil. Para que valha a pena, ele precisa primeiro ser coerente com a sua marca e, mais importante, ter propósito e significado extremamente relevantes para seu público.

Coletar dados é quase como coletar moedas de ouro

Ter uma compreensão profunda dos dados do seu público também é essencial para as estratégias de marketing.

Mas você deve saber desde o início que essa missão no mundo mobile não é tão simples assim, principalmente após a atualização da Apple que pede autorização para acessar dados relacionados ao app para rastrear o usuário ou o aparelho.

Quando dizemos que coletar dados é como coletar ouro, é porque é verdade: é um dos recursos mais importantes para os profissionais de marketing hoje.

Além disso, eles devem ser conquistados (você não pode simplesmente “pegar” os dados de alguém, essa pessoa precisa conceder permissão para sua marca usá-los em estratégias). Dominar esses processos pode significar ouro para sua empresa.

Quanto mais informações você tiver sobre seu público e mercado, maiores serão suas chances de sucesso em iniciativas de marketing, pois poderá criar ações específicas de acordo com as necessidades e interesses do seu público.

Por exemplo, o relatório mostra que os jovens usam muito as redes sociais. Nesse caso, se você busca formas de atingir essa faixa populacional, as redes sociais são ótimos canais.

Não se prenda à mesmice do texto estático

Tenha em mente que as pessoas estão cada vez mais interessadas em conteúdo audiovisual. Ao desenvolver os conteúdos, tente atrair a atenção com imagens e vídeos criativos e de qualidade, para que você possa envolver mais o seu público.

O conteúdo interativo é outra ferramenta para manter seu público engajado com materiais diferenciados e autênticos, enquanto coleta dados diretamente do usuário a cada clique.

Um bom exemplo é o TikTok, com taxas de crescimento de 75% em relação ao ano anterior. As tendências promovidas pelo aplicativo durante a pandemia foram quase como descobrir um novo hobby.

Esteja você assistindo, dançando ou fazendo outros desafios na frente da câmera do seu celular, uma tendência do TikTok provavelmente chamou sua atenção (e de seus clientes) em algum momento nos últimos meses, graças ao seu formato dinâmico.

Socialize, vá longe!

Como as redes sociais estão crescendo muito, diversas oportunidades também surgem. As estratégias orgânicas são ações perenes que geram resultados, e se você quiser impulsionar para novos mercados, por exemplo, pode investir em campanhas pagas. A maioria das redes sociais atualmente trabalha com essa possibilidade.

Além disso, há novos players nesses canais, trazendo o marketing de influenciadores para o palco.

Os influenciadores digitais estão muito presentes no Instagram e no TikTok e podem ser recursos importantes para: 

construir reconhecimento de marca; lançar produtos ou serviços; entrar em novos mercados; e promover diversas iniciativas de marketing em segmentos específicos.

Os influencers estão mais próximos do público e têm o poder de atingir multidões com boas taxas de engajamento. 

Se sua marca deseja avançar em qualquer um dos tópicos acima, pode ser interessante rastrear as pessoas que estão sendo citadas como referências em seu nicho e convidá-las para fazer parcerias com você.

Você já jogou isso?

Logo após o conteúdo interativo estão os games. Esse canal não tradicional, bem explorado, pode proporcionar bons resultados para as suas ações de marketing.

De acordo com o relatório, em 2021, US $116 bilhões (USD) foram gastos em jogos em todo o mundo. Se essas pessoas gastam tanto em jogos, por que não investiriam no seu produto ou serviço?

Com os jogos, você também tem a possibilidade de se associar à marca do desenvolvedor ou veicular anúncios para as versões gratuitas.

Após a tempestade, pode haver um arco-íris

Apresentamos alguns insights sobre algumas iniciativas práticas ​​com base nos dados compilados pelo relatório Stage of Mobile 2022 da App Annie, que podem ser ótimos insights para muitos tipos de negócios.

Portanto, fique de olho nos dados e pense nas possibilidades que você pode aproveitar!

Resumindo, toda vez que houver uma nova grande mudança no mercado, tente imaginar quais estratégias você pode aplicar que impactarão positivamente sua marca e se adaptar às novas oportunidades que possam surgir.

E para estar sempre em dia com as principais pesquisas e tendências do universo do Marketing Digital (e para saber como usar essas informações em benefício da sua marca), assine nossa newsletter aqui embaixo!

The post As pessoas passam um terço do dia olhando para dispositivos móveis. O que isso significa em termos de marketing? appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.