E-mail: [email protected]   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

Agências de Marketing Digital no Brasil ampliam faturamento e planejam investir mais em 2022
27 de dezembro de 2021

A maioria das agências digitais no Brasil irá ampliar seus investimentos em Marketing em busca de novos clientes, aponta a pesquisa Panorama das Agências Digitais 2022. Segundo o estudo, que ouviu 1.260 profissionais da área de todo o país, 71,8% das agências apostam em ampliar seu budget para crescer mais em 2022.

O estudo é uma parceria de longa data entre Rock Content, mLabs e RD Station e traz dados preciosos para entender o cenário das agências de Marketing Digital no Brasil. 

No ano de 2021, quando a Covid-19 fez com que muitas empresas tivessem de entrar com mais força na internet, a quantidade de clientes nas agências de Marketing Digital aumentou em 57,9%, com o faturamento crescendo em 55%. Foi um ano excepcional para o setor.

Um dado também bastante interessante para a área é que a quantidade de novos clientes recorrentes nas agências foi maior que cinco em 56,6% delas, com 32% chegando a mais de seis, como mostra o gráfico abaixo:

A seguir, vamos detalhar alguns dos principais achados do estudo e explicar a metodologia usada para construir este grande panorama sobre o setor no Brasil. Assim, você, que possui ou trabalha em uma agência, tem um excelente benchmark para fazer seu planejamento de 2022.

Demonstrar valor para o cliente é maior desafio

A pesquisa demonstrou um grande otimismo no setor. De acordo com as respostas, a principal vantagem em oferecer serviços de Marketing Digital é que há mercado (82,3%). Ou seja, as oportunidades existem e são muitas. 

Em contrapartida, o principal desafio citado pelos respondentes é demonstrar valor nos resultados entregues (62,5%). Mas, se não consigo mostrar valor, como conquistar novos clientes? Eis a questão!

O que acontece é que os clientes, ou a maior parte deles, tendem a querer resultados positivos de forma imediata ou, como se diz no ambiente publicitário, “de hoje para hoje”.

A melhor coisa a se fazer é ter um alinhamento bem feito de expectativas entre agência e cliente, evitando frustrações futuras que podem resultar até mesmo em um churn.

Depois disso, concorrência direta (27,5%), demandas além da capacidade técnica (21,8%) e internalização de serviços pelos clientes (21,6%) foram as demais dores das agências no relacionamento com clientes e prospects.

Marketing Digital para a própria agência e estratégias para 2022

O famoso “boca a boca” ainda é predominante quando se trata da aquisição de novos negócios. Segundo dados da pesquisa, mesmo com a maioria das agências planejando aumentar seu budget em Marketing Digital em 2022, o maior canal de aquisição ainda são as indicações de outros clientes, correspondendo a 83,6% do total. 

Enquanto isso, 53,2% afirmam que novos clientes foram provenientes das indicações de outros parceiros.

Outro ponto: ainda que, como vimos, a maioria das agências tenha conquistado pelo menos cinco novos clientes recorrentes em 2021, este ainda é o principal desafio para elas em 2022 (71,7%), seguido por ampliar a receita por serviços em geral (56,4%); melhorar a qualidade dos serviços (49,6%) e aumentar a carteira de clientes digitais (44,4%).

Desafio de Retenção 

Não tem nada de errado em querer aumentar sua carteira e com isso elevar o faturamento. O erro está na falta de acompanhamento e relacionamento com seus clientes

Não adianta adquirir clientes novos se você não conseguir manter os atuais. Além do custo de aquisição ser superior ao de retenção, clientes satisfeitos estão mais propensos a pagar mais e contratar novos serviços, bem como indicar novos clientes. 

E a melhor forma de provar o sucesso das ações e gerar essa tão sonhada satisfação é apresentando periodicamente os resultados obtidos. Esta prática faz parte da rotina da maioria das agências que participaram da pesquisa (51,8% responderam que enviam seus relatórios mensalmente). 

Entretanto, 12,6% assumiram não apresentar nenhum tipo de relatório para seus clientes. Um número que não pode ser ignorado quando pensamos em retenção. 

Como chegamos a estes números?

Os dados apresentados neste relatório foram captados por meio de um questionário enviado para profissionais das bases da mLabs, Resultados Digitais e Rock Content, e também de empresas cadastradas na ABRADi.

Uma ampla divulgação foi feita nas redes sociais das três marcas. O questionário poderia ser respondido por qualquer pessoa que atuasse no mercado, se identificasse com a pesquisa e quisesse compartilhar a realidade de seus negócios.

O resultado? Mais de 1.260 profissionais de marketing de todo o Brasil responderam no período entre 13 de setembro e 8 de novembro de 2021.

Dentre eles, 53,1% se identificam como sócios ou CEOs do negócio

Isso significa que o Panorama das Agências Digitais 2022 tem como base uma visão majoritária de lideranças e tomadores de decisões desse mercado. 

Em segundo lugar vêm analistas e produtores, responsáveis por 14,6% das respostas, seguidos de Outros (14%) e Diretores (7,2%).

Pandemia mudou perfil de profissionais das agências

A partir da pergunta “em qual área da agência você atua?” notamos uma mudança considerável em relação a 2021, e que vale destacar aqui.

Os profissionais de mídias sociais correspondem à maior parte dos respondentes da pesquisa (19,5%), seguidos pelos que atuam com produção de conteúdo (15,5%). Somente em terceiro lugar está atendimento e planejamento (15,3%), que liderou a edição anterior.

Esta mudança é vista como uma consequência direta dos impactos e necessidades resultantes da pandemia do coronavírus, uma vez que as redes sociais se tornaram porta de entrada para a digitalização de muitas micro e pequenas empresas.

A maioria das agências se define como “agências de Marketing Digital” (32%), informação que se mantém semelhante à pesquisa passada. Isso indica uma consolidação da mudança de posicionamento adotada pelo mercado diante das necessidades de expansão da atuação digital pelas marcas.

Em relação à localização dos participantes da pesquisa, não verificamos grandes alterações. A maioria está concentrada na região sudeste do país, com São Paulo liderando a quantidade de agências (36,44%), seguido pelo Rio de Janeiro (10,26%) e Minas Gerais (9,47%).

O ponto de destaque aqui é o crescimento de 30,87%, comparando com 2021, entre as agências que optaram por atender exclusivamente a demandas locais (25,6%).

Isso significa que os negócios locais estão investindo cada vez mais em Marketing Digital, explicando o aumento no atendimento às micro e pequenas empresas pelas agências respondentes (60,9%), apesar da tecnologia possibilitar a expansão de mercados.

Estratégia e planejamento te levarão mais longe

A pesquisa é ampla e traz muitos dados relevantes que vão ajudar a sua agência a traçar as melhores estratégias de posicionamento de marca e aumento da receita para 2022.

Os desafios ainda são muitos e não existe uma fórmula mágica para superá-los. Existe, sim, um trabalho realizado com base na análise de dados, no alinhamento entre os serviços que sua agência oferece e as expectativas dos seus clientes.

Se vendas é o principal indicador de sucesso na sua agência, mas seu time não está batendo a meta, reveja as estratégias, aprimore os processos comerciais e, se for preciso, invista em recursos e ferramentas para reverter esse resultado. 

Por último, mas não menos importante: faça o download gratuito do Panorama das Agências Digitais 2022 e tenha um benchmark incrível nas suas mãos.

The post Agências de Marketing Digital no Brasil ampliam faturamento e planejam investir mais em 2022 appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.